4 dicas para você tirar maior proveito do seu Chromebook

Veja neste artigo 4 dicas para você tirar maior proveito do seu Chromebook.

O Chrome OS, como todos os sistemas operacionais tem seus segredos. A partir de hoje traremos pra você, dicas de como realizar operações no seu Chromebook que aumentarão sua produtividade. 

Vamos lá!

1) Como tirar um print screen

Muitas vezes temos necessidade de registrar algo que está sendo apresentado na tela do computador para efeito de documentação ou suporte. Caso você precise executar esta ação proceda da seguinte forma:

 

  • Para efetuar um print completo da tela pressione Ctrl + Tecla Tela.
  • Para um print de uma área da tela pressione Ctrl + Shift + Tecla Tela e selecione a região da tela que deseja copiar.

Após executar o print screen uma notificação será exibida no canto direito inferior da tela. Basta clicar nela para visualizar a imagem gerada.

Caso você queira acessar este mesmo arquivo posteriormente, basta abrir o gerenciador de arquivos (app file) e acessar a pasta Downloads.

2) Como alterar o app padrão associado a um tipo de arquivo

Muitas vezes o app nativo ou anteriormente instalado não atende às suas expectativas e você acaba precisando instalar um outro. A ação de instalar um novo aplicativo não o torna automaticamente padrão. Para que isso ocorra é necessário fazer um procedimento manual. Siga estes passos:

  1. Abra o gerenciador de arquivos
  2. Localize um arquivo qualquer do tipo que você deseja associar ao novo app  e dê um clique simples nele para selecioná-lo.
  3. Clique no menu drop down que aparecerá na parte superior do gerenciador de arquivos
  4. Clique em alterar padrão…
  5. Na lista de apps compatíveis escolha o aplicativo que você deseja usar para abrir o tipo de arquivo selecionado

Pronto. Agora sempre que você clicar em qualquer um arquivo deste tipo, o app escolhido será acionado.

3) Teclas de atalho importantes

A Google optou por um layout de teclado diferente dos tradicionais. Por conta disso é comum levarmos algum tempo para acostumar com seu uso. Por exemplo, não existem as teclas de funções F1 até F12 e no seu lugar foram configuradas as teclas de navegação, multimídia, espelhamento, screenshot e brilho de tela. Inclusive a tecla delete, muito utilizada por quem está acostumado a produzir texto, foi removida há algum tempo.

Desta forma a Google conseguiu manter um layout enxuto para poder caber em dispositivos com formato pequeno sem sacrificar muito o tamanho das teclas.

Quem utiliza bastante o teclado, conhece o ganho de produtividade que as teclas de atalhos podem proporcionar. Muitos usuários fazem bom uso desse recurso e conseguem otimizar muito seu trabalho. Portanto, aconselho a fazer um esforço para aprender a usá-las. Tenho certeza que você não se arrependerá.

A tabela abaixo contém as principais teclas de atalho do Chrome OS.

Teclas de atalho Função
Tecla de Pesquisa + Esc Acionar o gerenciador de tarefas
Alt + Tab Alternar entre janelas de apps abertas
Alt + Tecla de Pesquisa Ativar/Desativar o Caps Lock
Alt + Backspace Apagar próximo caractere (semelhante a tecla delete)
Ctrl + z Desfazer a última ação
Tecla de Pesquisa + z Bloquear a tela
Ctrl + Shift + t Reabrir uma aba fechada anteriormente
Ctrl + Shift + + Aumentar o conteúdo da tela
Ctrl + Shift + – Diminuir o conteúdo da tela
Crtl + Shift + M Acionar o gerenciador de arquivos
Shift + Alt + S Abrir a área de status para visualizar informações
Ctrl + Tecla Tela Capturar tela (print screen)
Ctrl + Shift + Tecla Tela Capturar região de uma tela
Ctrl + [ Redimensionar a janela e ancorar no lado esquerdo da tela
Ctrl + ] Redimensionar a janela e ancorar no lado direito da tela

Para visualizar todos as teclas de atalhos do Chromebook digite Ctrl + Alt + ?. Será exibida uma imagem com dicas de atalho.

4) Utilize um SD card para aumentar sua capacidade de armazenamento

Os Chromebooks são projetados para trabalhar em nuvem e por isso sua área de armazenamento interna é propositalmente pequena. Atualmente existem dispositivos com 64GB, mas o mais comum é encontrar modelos com 16GB. Alguns usuários sentem necessidade de mais espaço para trabalhar localmente e acabam reclamando desta “limitação”.

Uma forma de contornar este problema é utilizar cartões SD como dispositivos auxiliares. O Chrome OS tem suporte de leitura e gravação para os formatos FAT16, FAT32, exFAT e NTFS para este tipo de dispositivo.

É importante observar que este tipo de tecnologia não deve ser usado como armazenamento permanente por se tratar de um meio menos confiável que os dispositivos SSD. Recomendo que você utilize-o para transporte de dados entre sua câmera de fotografia ou computador e seu Chromebook. Porém, se mesmo assim você desejar usar este tipo de dispositivo como armazenamento primário de dados, não se descuide do backup.

Os arquivos contidos no cartão SD podem ser acessados através do gerenciador de arquivos. Ao ser inserido aparecerá no painel direito a identificação do dispositivo. Para acessá-lo, basta dar um clique simples na identificação e todos os arquivos que estiverem contidos no cartão serão exibidos no lado direito.

Armazenamentos móveis como é o caso do cartão SD ou do USB exigem que o usuário tome o cuidado de removê-lo de forma segura. Lembre-se sempre de ejetar o seu dispositivo. Isso garantirá a integridade dos dados e diminuirá o risco que sejam corrompidos. Para fazer isso, basta dar um clique simples no pequeno triângulo que fica ao lado da identificação do dispositivo. Isso fará que qualquer arquivo aberto seja gravado com segurança antes da remoção do cartão.

Espero que essas dicas sejam úteis, caso você tenha alguma dúvida ou sugestão para os próximos artigos, por favor deixe seus comentários que faremos o possível para respondê-lo ou publicar um post sobre o assunto proposto.

Até a próxima pessoal.

Para ler mais artigos sobre Chrome OS visite:

http://chromeosrevolution.net.br